segunda-feira, 10 de abril de 2017

Feridas Ocultas

Quando uma nuvem negra de melancolia paira repentinamente sobre nós, a luta violenta para conservar a alma impassível e os olhos enxutos é esforço vão. Uma boa memória é a sentinela mordaz que me obriga à reconstituição de eventos dolorosos e de sórdidos pormenores que demonstram apenas o aspecto menos nobre de minha natureza: sou escrava das lembranças inúteis, refém de um passado moribundo do qual não consigo me desvencilhar. 

(São tantas as verdades incômodas que gostaríamos de esquecer!) 

Não houve espaço para justificativas covardes, afinal, decência seria não persistir em erros que insisto cometer - alguns pecados não podem ser redimidos e certas falhas não serão perdoadas, pois, não merecem o direito à retratação. Mesmo uma punição justa e bem aplicada não é capaz de dissipar as mágoas que tornam-se feridas gangrenadas alojadas em nosso espírito. 

(Existem enfermidades incuráveis!) 

Sem resquícios de satisfação interior, optei simplesmente por me afastar dos escombros a passos largos e com fria determinação. Porém, a fuga cobra o seu preço: o remorso é uma moléstia que aflige, que maltrata o coração. Apesar da legitimidade do sofrimento, certas escolhas determinam o nosso destino e conviver com a turbulência de emoções é apenas a consequência dos amores mal resolvidos, fantasmas que nos assombram cada vez que olhamos para trás.

60 comentários:

  1. Parece até que o texto foi escrito por mim.
    Contudo, não escrevo tão bem como vc, Helena.

    Como seria bom uma amnésia nos fantasmas do passado.
    Porém, infelizmente, aprendemos com o mal, com os erros dos outros e os nossos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Roderick!
      Como é bom te ver por aqui. Obrigada!
      Realmente, seria muito bom. Mas talvez algumas mágoas sejam eternas e enfrentar as consequências é o que nos resta.

      Beijão!

      Excluir
  2. Todos os temos minha linda Helena ;-)
    O que interessa é saber conviver com eles e seguir em frente sem medo de voltar a amar :-)

    beijito amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Inna!
      O coração se retorce de vez em quando, mas amar vale a pena, sim. Obrigada por sua visita, querido.

      Beijos!

      Excluir
  3. Powerful post.
    Trusting the heart is never a fault,
    just a rugged road.
    Better to have loved and lost,
    than never to have loved at all.
    With love,
    xxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi, Rick!
      Thanks! ;) Love is great, however difficult it may seem sometimes.

      xoxo

      Excluir
  4. Este texto está magnifico! Parabéns!!!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lynce!
      Obrigada pelo carinho!
      Eu fiquei muito feliz com o seu retorno. ;)

      Beijo grande!

      Excluir
    2. Obrigado, simpática!

      Beijinho doce!

      Excluir
  5. A vida sempre nos reserva algo de bom e é nisso que devemos acreditar por mais que demore esse tempo chega. Altos e baixos, somos equilibristas.
    Boa noite.Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria Emília!
      Você tem toda a razão, sempre existem motivos para que sejamos otimistas por mais difícil que isso seja em alguns momentos.
      Uma ótima semana para você!

      Beijo grande.

      Excluir
  6. "Apesar da legitimidade do sofrimento, certas escolhas determinam o nosso destino e conviver com a turbulência de emoções é apenas a consequência dos amores mal resolvidos, fantasmas que nos assombram cada vez que olhamos para trás."

    Minha nossa, isso é muito bonito, forte e verdadeiro.

    Beijos.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruno!
      Fico feliz por ter gostado. =)
      Obrigada, meu querido!

      Beijos.

      Excluir
  7. É incrível como certos textos nos deixam sem palavras. Tu está ficando craque nisso em Helena rsrsrs. Fico sem palavras por me identificar com 99% de tudo isso. Esse 1% fique tranquila, não significa que não gostei.
    Parabéns pelo texto.
    Abraço

    oiniciodavirada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Wellington!
      Agradeço pela atenção e pela visita. Acho que todos temos alguns fantasmas que nos assombram de vez em quando, não é mesmo? ;)

      Beijão.

      Excluir
  8. No rol das enfermidades está registrado outras magoas que afetam o presente. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ives!
      Com certeza. As mágoas podem vir por inúmeras formas.

      Beijão!

      Excluir
  9. Esses fantasmas nos assombram, ainda mais quando são histórias mal acabadas, que não conseguimos colocar um ponto final.

    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thaline!
      Tem razão, desconfio que as histórias mal resolvidas podem nos atormentar por muito tempo, mais do que conseguimos suportar.

      Beijos!

      Excluir
  10. As coisas que não resolvemos, acabamos carregando pro resto da vida. Antes que podemos perceber já estamos com peso demais nas costas. Fugir nem sempre é a melhor escolha.

    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geison!
      É isso aí, a fuga só tende a piorar uma situação. A dúvida, muitas vezes, é pior do que a certeza do fracasso.

      Beijo grande!

      Excluir
  11. Olá, não devemos ter a pretensão a sermos perfeitos, nunca iríamos conseguir, nem seria bom que assim fosse, quem não cometeu erros no passado que levante o braço, recuar no tempo é impossível, preparar o futuro feliz é possível, assim sendo é fácil escolher o futuro com o ensinamento do passado.
    Votos de Páscoa repleta de alegria! Feliz Páscoa!
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, AG!
      Com certeza! Nem sempre todas as nossas atitudes são corretas, precisamos aprender com os nossos erros passados e evitá-los em nosso futuro.

      Uma feliz páscoa para você e para todos os seus familiares.
      Beijos!

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi, Mohsin!
      I think moving forward is what we need. But ... sometimes looking back is inevitable.

      ;)

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  14. Tempo de retrospectiva... Que seja rápida. Decisões precisam ser tomadas. Vi em Coração Valente: "Teu coração é livre. Tem a coragem de segui-lo."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geraldo!
      É, realmente, muito profundo. Muitas vezes é o que tentamos evitar... mas não conseguimos fugir para sempre, afinal.

      Beijão!

      Excluir
  15. Oi, Helena!
    Pensei em comentar que essas palavras poderiam ser escritas por mim, mas antes de escrever um comentário sempre leio os outros e as respostas e sempre do último ao primeiro...aí vi o comentário de Roderick Verden e até ri...não sou a única!
    Excelente texto, como sempre!
    Ótimo fim de semana. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sandra!
      Para você ver que nunca estamos sozinhos.... acho que algumas emoções são comuns a todos, o que talvez nos diferencie é o modo que lidamos com elas. Eu ainda estou no caminho do aprendizado, certamente. Quem sabe um dia o furacão dentro do peito amenize.

      Um ótimo fim de semana para você também.
      Beijos, querida!

      Excluir
  16. Ninguém merece esses fantasmas que nos assombram, né? Histórias mal terminadas são difíceis de esquecer, mas o importante é sabermos colocá-las pra trás e seguir com a vida.
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gabs!
      Pois é... volta e meia eles aparecem para nos atormentar. Vamos torcer para que eles se cansem um dia, não é mesmo? ;)

      Beijão!

      Excluir
  17. Algumas palavras-temas dominaram esse novo texto impecável (e como te admiro, Lena!)Nuvem negra, momentos dolorosos, sórdidos pormenores, justificativas covardes, punição, remorso, legitimidade do sofrimento, fantasmas... Sobre elas, outras palavras completam teu sentimento de desencanto...
    Repito que nunca sei o quanto é arte pura e o quanto se mistura de intimismo e exteriorização de ti mesma. Mas posso dizer que a alma nesse estado anseia por redenção, anseia pela luz no fim do túnel ou em qualquer parte dele. Tal alma precisa de um sentimento-antídoto, de uma boa vivência nisto que foi vivência má. É somente no amor e no amar que podemos experimentar redenção e vida.
    E teu texto é profundamente belo. Não sei se já te disse o quanto sou fã. Se já disse, nada me custa repetir.
    Un bacio, cara.
    Luc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luc!
      Obrigada por seu carinho, querido! Arte pura? Que me dera... são apenas alguns sentimentos que extravasam vez ou outra, arrependimentos que guardaremos (talvez!) para o resto de nossa vida. Mas, afinal de contas, amores vem e vão, convém apenas aproveitá-los ao máximo enquanto é possível.

      Beijo grande!

      Excluir
  18. Parabéns texto maravilhoso arrasou, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nequéren!
      Eu que agradeço. ;)

      Beijão!

      Excluir
  19. Interessante!
    Espero que tenhas tido uma boa Páscoa!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rui!
      Obrigada! Com certeza, foi boa sim. =)

      Beijos!

      Excluir
  20. Oi, Helena.

    Essas nuvens negras pairam sobre nossa cabeça com certa intensidade, né?

    Tem solução? Claro que não. Mas a depois da tempestade sempre vem o arco íris. Então bora procurar o balde de ouro que está nele :)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eric!
      É isso aí. Nada é eterno, afinal, tantos os bons quanto os maus momentos passam, só precisamos achar um modo de conviver pacificamente com as lembranças. ;)

      Beijos, querido!

      Excluir
  21. Oi Helena

    como sempre costumo dizer: não devemos nos envolver com quem possui fantasmas que não somos capazes de carregar.

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hellz!
      Pois é, querida! Muitas vezes, eles têm um peso extraordinário em nossa vida. Tem que ter muita coragem para encarar.

      Beijo grande!

      Excluir
  22. Helena,

    Obrigada pela visita. Você escreve bem igual. Tudo muito intenso e, hoje, um pouco dolorido.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  23. Helena,

    Obrigada pela visita. Você escreve bem igual. Tudo muito intenso e, hoje, um pouco dolorido.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jaya!
      Não agradeça, foi um prazer.
      Às vezes, dói mesmo... mas uma hora passa, não é? ;)

      Beijos!

      Excluir
  24. Olá Helena, que Blog maravilhoso você criou. Li alguns dos teus textos e com toda certeza vc ganhou uma seguidora a mais.
    Parabéns por conseguir se expressar tão lindamente através das palavras escritas. Essa é uma qualidade que admiro muito.

    Forte abraço.

    Blog Eu No Divã Agora http://eunodivaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Neuza!
      Nem saberia como agradecer aos seus elogios. Muito obrigada de coração! E seja bem-vinda! =)

      Beijão!

      Excluir
  25. Que texto fantástico...

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, JLynce!
      Obrigada, meu querido.
      É muito bom te ver por aqui.

      Beijo grande!

      Excluir
  26. Que escrita maravilhosa. Adorei. Tua escrita é incrível! Dói, mas pode sanar.

    Abraco profundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sara!
      Obrigada, minha flor.
      Assim espero! ;)

      Beijos!

      Excluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Todos temos fantasmas... com o tempo... quem sabe, até se tornam nosso amigos?!

    Kiss

    http://onossoamorperfeito.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Perfect Love!
      Com a presença constante de alguns, até que não seria má idéia! ;)

      Beijão!

      Excluir
  29. Li o texto calmamente "bebendo" cada frase. Simplesmente belo de tão doce e profundo. Deixo a minha admiração e os meus parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nuno!
      Que prazer em ler o seu comentário! Muito obrigada por seu carinho.

      Beijo grande!

      Excluir
  30. Às vezes invejo a capacidade da maioria das pessoas de não ter memória... Devem sofrer menos... Mas, acho que não devemos tratar o passado como "moribundo", pois sem ele não teremos referência de "erros e acertos"... Enfim... só divaguei... Muito bom o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tarcísio!
      Como é bom receber a sua visita! Muito obrigada!
      Uma boa memória pode tornar-se uma inimiga mortal, pelo menos, quando há remorso envolvido. Mas tem razão, o mais importante é aprendermos com os nossos erros. ;)

      Beijos!

      Excluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.