sábado, 11 de março de 2017

Nocaute

Não, eu não odeio o carnaval - não assumo nenhuma postura ideológica radical ou conservo qualquer repulsa gratuita pela diversão alheia. Obviamente não faço o gênero "samba, suor e ouriço" e tampouco fui algum dia seduzida pelo mágico espírito da Sapucaí. Admito, aliás, que a mistura de lycra, glitter e paetês é assustadora e muitas vezes transforma-se em um show de horrores cintilante e multicolorido - mas nada que me cause pesadelos, afinal de contas.

O fato é que toda essa alegria exagerada me proporciona, ao menos, um feriado prolongado - e só Deus sabe o quanto necessito de uma folguinha! Assim, a viagem foi programada desde o ano passado, pois, se é para exercitar a paciência que seja com os amigos: acomodar muita gente em um único lugar nunca foi tarefa fácil, contudo, o plano parecia eficaz apesar de não muito bem articulado.

Últimos preparativos realizados para a jornada, pessoas prontas para dar um fim ao bronzeado de escritório, contagem regressiva iniciada e... minha casa pegou fogo! Um método interessante e com efeito imediato: sucesso total na destruição das esperanças carnavalescas. Olha, eu sei que situações surreais são típicas na minha vida (tão cômicas, quanto absurdas) mas confesso que algumas estão ultrapassando todos limites - portanto, não estranhe se uma bigorna cair em minha cabeça assim, de repente.

Puta merda, bicho. Já deu!
Chega de enfiar agulhas no meu boneco de voodoo.

62 comentários:

  1. Olha, eu acho que tu tens a mesma relação com o Carnanal que eu tenho com os feriados religiosos portugueses! E eu tenho mesmo uma postura ideológica contra! Nosso Estado é laico, não deveriam existir feriados católicos, que até descrimina as outras religiões! E isso vão tudo contra a nossa Constituição! Mas olha, já que temos mesmo de os suportar, ao menos vale pelos feriados! E que pena que a Páscoa seja sempre ao Domingo!

    Eu não imagino consigo imaginar a tua frustração... quer dizer, olha, no ano passado estava para ir com uma amiga passear três dias para o norte de Portugal e a meteorologia dava muita chuva, então cancelámos tudo! Acreditas que não veio chuva nenhuma?! Esta gente da meteorologia a fazer previsões às vezes é pior que os da economia!

    Mas olha, como se costuma dizer por cá: "Não há mal que sempre dure, nem bem que se não acabe". Tens de tentar pensar positivo, que dias melhores virão. Vais ver ;)

    Beijinho

    Multi-resistente
    Bucólico-anónimo
    Plastrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu bem!
      Estado laico só na teoria mesmo. Na prática, funciona de outra maneira - essas tradições continuam sendo mantidas mesmo após mais de cento e vinte anos. Existe mesmo espaço suficiente para outras religiões? Não, eu não acho que isso seja verdade.

      E não é fácil quando jogam um balde d’água fria em nossas expectativas, mas acontece. Já estou me acostumando ao fato de não ter muita sorte. Talvez o ideal seja deixarmos os planos para lá, pois, quando mais planejamos, maior a probabilidade de não dar certo.

      Beijo grande!

      Excluir
  2. Sorry for your disaster.
    Lesson learned, right?
    Want to make God laugh???
    Tell him your plans.
    😏

    ResponderExcluir
  3. seu biógrafo vai ter bastante história pra contar, isso é fato...
    desejo coragem e sorte e amigos pra apoiar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fred!
      Nem me diga... uma biografia dividida em vários volumes!
      Muito obrigada pelo apoio, estou precisando mesmo é de um pouquinho mais de sorte ;)

      Beijão!

      Excluir
  4. Bom dia querida Helena.. muita gente reunida nunca funciona muito bem..
    mal vou a festas pq o clima fica pesado de tanta gente com pensamentos carregados, querendo largar tudo, e largam mesmo ssr
    os mais sutis a energia que pagam o pato..
    mas fazes bem em desabafar..
    o silencio real só encontramos dentro de nós e até ele parece dificil pq estamos sempre em turbulencias..
    bjs e feliz sempre sua linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu querido poeta!
      Realmente, às vezes muita gente reunida gera um caos, sem dúvidas. Mas o pessoal é bacana, meus amigos de longa data, então essas confusões apenas entram para a história.
      Obrigada por sua visita ;)

      Beijo grande para você!

      Excluir
  5. Kkkkk desculpe os risos, mas, muita gente assim em um só lugar e como pegar areia com a mão. Muitos vão sair entre os dedos. Mas faz parte. Espero que tenha relaxado afinal quando perdemos o controle não há muito oque fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Wellington!
      Não se desculpe, só rindo mesmo para enfrentar esse tipo de situação! O jeito é aproveitar da melhor forma que podemos.

      Beijos!

      Excluir
  6. Também estão enfiando agulhas no meu boneco faz tempo...Haja estrutura! Eu não vou parar de lutar e acreditar que tem coisas boas vindo para mim e acredite que igualmente para você virá. Me fez rir esse boneco...
    Eu detesto carnaval, cultura inútil do nosso país e não é por causa de religião, estou em outra fase da vida e o meu foco é na situação desse desgoverno e nos desvalores crescente em nossa sociedade. Logo terá um feriado e quem sabe poderá fazer planos para descansar.Boa sorte. Boa semana.Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida!
      Com certeza, não podemos deixar de acreditar que tudo uma hora ou outra deve melhorar. O que podemos fazer é simplesmente rir dessas catástrofes indomáveis de nossas vidas.
      Esse ano, por sinal, é recheado por feriados, então, deve ser possível aproveitar ao menos um. Fé! ;)

      Uma ótima semana para você.
      Beijinhos!

      Excluir
  7. É, eu também não odeio o carnaval, acho uma festa animada, mas não participo muito. Na verdade, muitas vezes eu fico animada nessa época, mas não sou muito de sair para blocos.
    Poxa, então o plano não deu certo? Mas deu para se divertir um pouco pelo menos? Muita gente gera confusão, mas, na maioria das vezes, também tem muitas risadas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Isadora!
      Pois é... muitas vezes podemos até não participar de toda essa maratona mas, ao menos, curtimos uma folga. Deu tudo certo no final das contas, infelizmente, a viagem foi adiada ainda por tempo indeterminado. Mas é a vida ;)

      Beijo grande!

      Excluir
  8. Que loucura, Helena!

    E sempre cabe destacar a qualidade da tua escrita, é fascinante, de deixar o leitor vidrado.

    Beijos!
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruno!
      Nem me fala! Mas esses imprevistos acontecem mesmo ;)
      Obrigada, meu querido. Só tenho a agradecer!

      Beijão!

      Excluir
  9. Ótima postagem gostei muito, ganhou um fã abraços.

    Me segue, que eu sigo de volta!

    http://nintudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, NinTudo!
      Obrigada por sua visita. Claro que sim.
      Volte sempre.

      Beijo!

      Excluir
  10. Você escreve muito bem até quando sua casa pega fogo. Vê-se aí, literalmente, um talento.
    lua-de-carmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lua!
      Obrigada por sua simpatia. =)
      Seja muito bem-vinda!

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi, Helena!
    Enquanto lia já ia torcendo por um final com bronze de praia, mas logo vi que não seria esse o final rs rs! No entanto, sempre haverá novos feriados, novos carnavais, novos dias. Mantenhamos firme a nossa esperança!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sandra querida!
      Infelizmente o bronzeado de escritório ainda permanece... vamos esperar pelo próximo verão, aí quem sabe, não é mesmo?

      Beijo grande.

      Excluir
  12. Gostei do seu blog, bem organizado... estou seguindo. bjs

    Ass. Ricardo

    http://nintudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ricardo!
      Fico feliz por ter gostado. =)
      Seja bem-vindo!

      Beijão.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Casas que pegam fogo, seja no sentido literal ou figurado, são sempre momentos bem drásticos, que obviamente ficam mais drásticos se estávamos já certos de um momento de paz e prazer no meio das nossas correrias... Não vejo o carnaval passar, não o acompanho, não sei absolutamente nada dele, minha vida e carnaval estão em planetas diferentes. Este ano, eu estava numa cidade fantástica, passeando e buscando inspiração para o meu trabalho.
    Penso que não há espetada alguma em ti (risos) ou em alguma bonequinha loirinha. Penso que novas oportunidades sempre aparecem. E penso que escreves genialmente. Tens uma fluência de texto irretocável. És uma geniazinha da literatura. Un bacio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Occhi di bambino!
      Vou te contar que prefiro quando a casa pega fogo no sentido figurado. ;) Mas é isso aí, dificilmente os planos saem conforme planejamos e precisamos aprender a conviver com adversidades, afinal de contas.
      Obrigada por seu carinho! Você é sempre muito gentil e por isso só tenho a agradecer. Espero que tenha encontrado uma fonte de inspiração em sua busca longe de todo esse colorido carnavalesco.

      Beijo grande!

      Excluir
  15. Como assim a sua casa pegou fogo? O.O pegou fogo mesmo ou eu sou lerda e não entendi a metáfora? huaha socorro!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha flor!
      Que nada... a casa de praia pegou fogo literalmente. Mas nada que o seguro não pague, afinal! ;)

      Beijos!

      Excluir
  16. Gente do céu! Deve ter sido uma surpresa e tanto. Aff maria!!!
    Espero que esteja tudo bem por aí e que nada mais tenha acontecido.

    Abraco profundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sara querida!
      Certamente foi algo que nos pegou desprevenidos... mas agora já está tudo dentro dos conformes, tudo há de ser reparado em breve.

      Beijão!

      Excluir
  17. Bem humorada! Gosto. Também gosto de contar coisas assim e mesmo achando que sou sisudo e sem graça a turma ri. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fábio!
      Só podemos rir dessas situações tragicômicas mesmo, não tem jeito!
      Obrigada pela visita. =)

      Beijos, querido!

      Excluir
  18. Mulherrr, tava toda animada aqui querendo ouvir da sua viagem quando cê fala dessa tragédia. Que susto enorme que deve ter te dado, né? Mas que bom que tá todo mundo bem e que você tá lidando com a situação usando o humor haha
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gabs!
      Nem me diga... o susto foi grande, afinal, é o tipo de coisa para qual não estamos preparados nunca. Mas é isso aí, bola para frente. O importante é que estamos todos bem. =)

      Beijo grande para você!

      Excluir
  19. Bela Helena, na minha escola de samba serias destaque, que tal ? rs brincadeira, gosto de ver pela televisão, habito adquirido com meu pai (que não esta mais aqui), ele era f~]a da Mangueira e do Jamelão...lembro na minha infância, assistir o desfile na rua, toda a família...à medida que crescia, meus carnavais passaram a ser de solidão, meus amigos todos carnavalescos, mas já começava a desenvolver fobia de aglomerações, até em shows de rock...mas o Carnaval...hoje vejo isso pela televisão que enjoa, um exagero de brilho e cores que sufocam, poucos conseguem uma harmonia, e aquelas fantasias que me parecem cada vez mais pesadas, uma verdadeira poluição visual, mas tem la´ sua beleza. Ainda na adolescência comecei meus retiros religiosos na época do carnaval...mas minha carne é fraca, devo confessar. Neste carnaval nem olhei pela televisão, estava de férias enfiado em casa, junto de minha mãe (e foi muito bom). Acho que falei demais né ? Mas gosto e me sinto a vontade aqui, bela Helena, querida amiga.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu querido amigo!
      Olha só, quanta que honra! O certo seria mesmo torcer para que não me jogassem tomates então. ;)
      Eu também já cheguei a acompanhar muito pela televisão, mas hoje em dia não vejo mais graça. Não gosto de ver nosso país resumido apenas a essa festa quase que insignificante.
      E, que delícia! Tenho certeza que você aproveitou de uma ótima maneira o carnaval, afinal, a companhia da mãe é sempre incomparável!
      Fico feliz que você se sinta à vontade, afinal, a casa é sua! Adoro saber um pouquinho mais sobre vocês também.

      Beijos!!

      Excluir
  20. Olá Helena

    Talvez não fosse um bom dia para você sair (acredito em coisas assim), mas não precisava tanto, não é mesmo? Essa foi literalmente pesada rsrs

    Fases ruins geralmente prenunciam boas fases

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jonatas!
      Ah, eu também acho. Quando tudo começa a dar errado, é mais fácil deixar para lá, afinal, tudo o que está ruim, ainda tem a possibilidade de piorar. ;)


      Beijo!

      Excluir
  21. O que me assusta no Carnaval é que olho para algumas gajas e não percebo se estão mascaradas ou são mesmo assim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, JLynce!
      Olha, vou te falar que vejo tantas coisas assustadoras no carnaval que até considero pior do que o Halloween. ;)

      Beijo grande!

      Excluir
    2. E eu que vivi vários anos em Inglaterra, onde o Halloween se festeja intensamente, concordo contigo!

      Um beijo

      Excluir
    3. Realmente aterrorizante, então! =)

      Beijocas.

      Excluir
  22. Moça que susto o seu! Espero que estejam todos bem, que é o mais importante afinal.
    Sobre o carnaval... Nem pela televisão!
    O feriado é bom, quietinha em casa ou viajando pra um lugar longe da folia.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bárbara!
      Poxa, nem me fale. Mas é isso aí... dos males, o menor!
      Eu acho que quanto mais longe da Sapucaí, melhor... =)

      Beijos!

      Excluir
  23. Helena,

    Tudo legal?

    Aprendi a gostar de carnaval em Olinda/Recife. Antes não desgostava. muito mais me sentia distante.
    Hoje adoro a sensação de suspensão temporal, o torpor e poesia descontrolada das ruas.
    Mas o carnaval, essa entidade, apronta das suas, sempre.
    Falo um pouquinho lá no blog:
    http://desonsetempos.blogspot.com.br/2017/01/no-chao-da-praca-conto-de-carnaval.html

    Abração e até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dave!
      Já, já vou dar uma conferida no seu espaço! Infelizmente, não tenho muito contato com o carnaval nordestino, já que me encontro mais ao sul. Mas tenho certeza de que deve ser uma animação só! Talvez um dia eu ainda seja seduzida. ;)

      Beijo grande!

      Excluir
  24. Olá, Helena, querida!

    Você tem tanto talento, qto graça escrevendo e mesmo "inconsciente", sim, pke levar com uma bigoma na cabeça, instrumento de fero, não é pera doce, não.
    Adoro suas raivas, revoltas e "ruínas".

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Céu querida!
      É muito bom te ver por aqui! Obrigada!
      Essa minha vida não é fácil mesmo, certamente histórias desse tipo jamais faltarão. ;)

      Uma ótima semana para você!
      Beijos.

      Excluir
    2. Oi, querida!

      Mto obrigada, Helena! Sinto o mesmo qdo você me visita e deixa sua "marca" lá no blog, aliás, há novo post, esperando você.

      Se não passarem de histórias irreais, nada grave, não, mas se forem vividas e sentidas por você, ah, aí, a barra fica pesada pró seu lado, mas você tem uma personalidade bem determinada e sabe chamar os bois pelos nomes.

      Beijos e bom fim de semana.

      Excluir
    3. Olá, Céu querida!
      Histórias sempre verídicas ;)

      Logo, logo estarei dando um pulinho para ler suas belas palavras, pode ter certeza.
      Uma ótima semana para você.
      Beijos!

      Excluir
  25. Boa tarde, vivo numa cidade ao sul de Portugal que não tradição carnavalesca, não acompanho o maior carnaval do mundo que é o brasileiro, mas também o mais violento, pelo que conta o seu carnaval foi atribulado, tem o seu lado positivo, para mais tarde recordar.
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, AG!
      Tem razão, essas situações entram para a história, tornam-se lembranças que nos fazem rir conforme o tempo passa.

      Beijo grande!

      Excluir
  26. KKKKK... Vamos combinar, carnaval tem suas funções: cidade vazia, tranquilidade, prazer com tudo o que não envolve folia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geraldo!
      Pois é... ele bem serve para alguma coisa, sim. ;)

      Beijo grande!

      Excluir
  27. Helena,

    Como podes não te contagiar com essa festa maravilhosa que é o carnaval? As ruas cheias de pessoas educadas, racionais, que respeitam tudo e todos, música de qualidade, o melhor da cultura brasileira? kkk

    Bah, espero que não tenha sido grave o incêndio, merecemos mais sorte nessa vida. E, só pra descontrair, assim que li que pegou fogo, veio na minha mente o Faustão e seu TÁ PEGANDO FOGO, BICHO!

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eric!
      Nem me fale... as pessoas sempre tão limpas, cheirosas e sóbrias! Chega a dar medo! ;)
      E em relação ao incêndio, a casa já está sendo reformada... então dos males, o menor. Vamos torcer para uma trégua agora.

      Beijos, querido!

      Excluir
  28. Oi, Helena!

    Mto agradeço tua visita e inteligente comentário.

    Te desejo uma Páscoa Redentora.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida!
      Não me agradeça, é sempre um prazer.
      Obrigada! Igualmente. ;)

      Beijos!

      Excluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.Tenho certeza de que vou adorar!