sábado, 8 de outubro de 2016

Dor Infindável


Helena.
O nome que remete à mitologia como a mais bela das mulheres - um nome tão fraco para alguém incrivelmente forte. Não apenas bela, pois a beleza - essa qualidade tão efêmera - muitas vezes está associada à superficialidade. Ela sempre foi mais. Mais otimista. Mais corajosa. Mais decidida. Mais humana. 

Nós compartilhamos o mesmo nome mas não o mesmo temperamento. Leitora voraz, dona de uma memória impecável e de uma paciência sem limites - ela, com suas belas palavras, seu olhar sincero e seu sorriso despreocupado nunca se deixou abater por qualquer adversidade. E olha, não foram poucas!  Mas resistir sempre foi uma condição normal de sua existência - afinal não é qualquer pessoa que chega aos 101 anos completamente lúcida, não é mesmo?

Não posso negar que a última semana tem sido uma longa caminhada pelo inferno, a concretização de diversos medos e inquietações: o momento de dizer adeus.  Embora as lembranças sejam ternas, a saudade é dolorida - não consigo imaginar a minha vida sem a sua presença.


Helena.
Dona Helena.
Minha querida Vó Hely.
Obrigada. Foi um privilégio estar ao seu lado.

54 comentários:

  1. Hello dear,
    It is so hard when anybody has leaved from the universe! But it is also hard when anybody have so older..then she stay in creating live so difficult.... bcz this older time she is also as like a children!!
    But it is so true we have everybody to be gone.....
    You don't worried....bcz her all things, all dreams mostly in with you have! And it is to be continue you...then to see... her soul keep in peachfully stay with heaven!
    And lastly I wish to Allah that keep in her soul stay with heaven peach nd happy.

    Thanks dear,
    MK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello, Mohsin!
      Thanks, my dear, for your words of support… not only here, but for all the time you have made me company. You know better than anyone how much I appreciate that. I know, I'm not easy… but thank you for being with me.
      :*

      Excluir
  2. Querida amiga...faça o seguinte... nos momentos de fraqueza, ou nos momentos em que a presença dela te faltar... pense nela, na força dela e no tanto que ela te amou.
    A caminhada será fácil.. quero dizer mais fácil !!
    Deus leva as pessoas no momento certo, no tempo certo.
    O tempo DELE é o tempo maior. A vontade DELE é soberana e você, certamente, terá condições de superar-se nesses momentos!!
    Um doce beijo.
    Linda, lindíssima declaração de amor!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, PDR!
      Meu querido poeta, obrigada!
      Obrigada por seus conselhos, obrigada pelo apoio... suas palavras são reconfortantes. Você tem o dom de deixar qualquer situação mais bela, e isso é tão raro...! Fico muito feliz por sua presença.

      Beijo grande!

      Excluir
  3. Como diz um trecho de uma música do Zakk Wylde que amo, "This aint the last goodbye". A vida é como um jogo, em cada fase entra e sai pessoas de nossa vida. E assim nós continuamos seguindo com nossa jornada. Nos momentos de saudades ou de se sentir pra baixo, lembre-se que tudo faz parte de um processo e uma hora todos nós estaremos lado a lado novamente.

    Que o Universo possa te confortar nesse momento dificil querida Helena, e que surja energias dentro de ti para continuar a sua caminhada.

    Eu Um Universo https://lostcityofz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sonna!
      Uma separação nunca é fácil, mas o pensamento em um reencontro futuro ameniza a dor. Obrigada por suas palavras tão cativantes e obrigada, também, por sua visita.

      Beijos!!

      Excluir
  4. Linda homenagem, Helena. Nunca esqueça que os momentos mais bonitos, esses nunca morrem, e os risos, abraços e palavras continuarão pairando pelo ar de cada lugar pelo qual vocês passaram juntas.

    Beijão, força, e bom domingo.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruno!
      Você tem razão... as lembranças consolam quando a saudade bate forte.
      Obrigada!

      Beijão!

      Excluir
  5. Um dos textos mais comoventes que li, Helena.
    Tomo a liberdade de lhe deixar um beijo de conforto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mister Vertigo!
      Obrigada!
      Só tenho a agradecer por seu carinho.

      Beijos!

      Excluir
  6. Passei por isso quando perdi minha mãe e nenhuma palavra naquele momento horrível diminuiu o que eu estava sentindo com o coração pela metade, machucado e desesperado. É um momento delicado que somente o tempo será o melhor curativo para essa dor.
    Meus sentimentos... Força.Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria Emilia!
      O tempo cura as feridas, mas com certeza não apaga as lembranças. O importante mesmo é conservar os grandes momentos na memória.
      Obrigada pelo apoio!

      Beijão.

      Excluir
  7. Também tive uma querida Helena em minha vida, minha mãe! Quanta saudade e falta eu sinto por Helena, minha fortaleza. Nunca mais fui a mesma quando ela se foi...
    Obrigada pela visita em meu blog.
    Bjs e fé!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sandra!
      Algumas pessoas jamais serão esquecidas, independentemente do tempo de separação. E quando nos referimos às pessoas tão próximas assim... é difícil mesmo.
      Obrigada pela visita.

      Beijo grande.

      Excluir
  8. Mais uma vez, meus sinceros pêsames.
    Se me permite o atrevimento, acredito que ela ficaria tocada com as suas palavras, assim como todos os seus leitores ficaram.
    Fique bem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Igor!
      Muito obrigada, querido.
      Agradeço o carinho e suas palavras sempre tão bonitas.
      Não suma...! ;)

      Beijão!

      Excluir
  9. Minha querida amiga, minha bela Helena, já não tenho mais avós, nem pai e minha mãe faz um caminho sem volta, mas não perco a esperança, fortaleço as lembranças para que permaneça para sempre em meu coração. Eu acho incrível quem ainda chega ao 100, vou fazer meio século e não tenho muitas expectativas rs.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jair!
      Nunca perca as esperanças, nada é definitivo enquanto há vida. Eu torço muito por você, meu querido amigo.

      Beijos!

      Excluir
  10. O q posso dizer senão seguir em frente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tarcísio!
      O jeito é sempre levantar e seguir em frente.
      Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir
  11. Meu Deus! Quanto sentimento nessas palavras!
    De onde ela está, pode ter certeza de que está orgulhosa de você!
    Que Deus te abençoe e te ajude a passar por este momento tão difícil. Parece eterno, mas já passei por isso. Perder alguém assim, alguém com quem a gente se identifica, é uma dor inexplicável!
    Deixo um abraço bem forte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kelly!
      Amém! Obrigada!
      Acredito que somente quem passa por uma situação similar consegue entender a profundidade de determinados sentimentos.

      Beijos, querida.

      Excluir
  12. Sinto muito pela sua perda :(

    Pense que ao menos o legado dela permanece em você de diversas maneiras: Além do nome, claro, você pode presenciar toda essa jornada de força e agora é a sua vez de continuar a jornada!
    A saudade doi sim, mas uma hora ela passa a fazer a gente sorrir...

    beeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hellz!
      Obrigada por suas palavras. Você tem razão... o importante é guardar as boas lembranças no coração e seguir adiante.

      Beijo grande!

      Excluir
  13. Minha família é relativamente grande, entre tias, tios e primos. Me lembro pouco dos meus avós, que se foram quando eu ainda era pequeno. E embora como eu disse, tenha vários parentes, as duas pessoas que mais prezo em minha vida são minha mãe e uma tia que mora comigo, que é minha segunda mãe. Sou filho único e sempre fui muito bem cuidado por elas, mas sei que um dia as coisas vão mudar, pois a vida é imprevisível. Posso ir antes delas ou elas podem ir depois, só sei que, por mais que tente me preparar para quando esse dia chegar, talvez seja duro de superar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eduardo!
      Acredito que nada no mundo nos prepara para esse tipo de situação, pois, superar a distância física é muito difícil. Esses dias, eu li em algum lugar que não existe nada menos exclusivo do que morrer... e é a mais pura verdade. Uma hora ou outra irá acontecer, então procure retribuir o carinho de quem está ao seu lado hoje. Acho que é o máximo que podemos fazer.

      Beijão!

      Excluir
  14. Boa tarde, seu sentimento é bom e forte, a dor causada pelo desaparecimento, faz que a saudade aumente todos os dias, lamento a partida da sua avó.
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, AG!
      Obrigada por seu carinho!
      Acho mesmo que esse é só o início da saudade...

      Beijo grande!

      Excluir
  15. Nossa, eu fiquei arrepiada.
    Desconfiei as poucos do que se tratava, mas quando a mensagem ficou
    mais explícita acabei de arrepiando.
    http://brancobolcado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ruan!
      E sabe de uma coisa? Acho que independente do meu esforço, nada faria jus à complexa personalidade da minha avó. Mas foi uma tentativa...

      Beijão!

      Excluir
  16. Olá, tudo bom?
    Cara, como você escreve bem. Deve ser muito difícil perder alguém tão próximo assim, nunca me imaginarei longe da minha querida avó.
    Helena é um nome tão bonito <3. Sempre quis ter uma filha com esse nome.

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lunii!
      Muito obrigada, querida.
      Perdas são inevitáveis, mas também não há motivos para sofrermos por antecipação. Aproveite os momentos na companhia de quem você ama e isso já será o suficiente para conservar ótimas lembranças.

      Beijos!

      Excluir
  17. Vim aqui deixar-te dois beijinhos nesse rostinho lindo e desejar-te uma semana rica de saúde, paz, harmonia, sucessos, felicidades, amor e tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, PDR!
      Obrigada!
      Mas... dois beijinhos? E eu aqui na esperança de casar ainda! Vai que o meu príncipe aparece, né... ;)

      Te desejo tudo em dobro, querido.
      Uma ótima semana para você!

      Excluir
  18. Bom dia querida Helena, da vida só levamos as boas lembranças..
    por mais dificil que seja o momento as mesmas tu sempre vais guardar..
    quando minha vó partiu nao derramei uma lágrima.. pq fiz em vida estando com ela.. e mais, estava escrevendo um soneto a ela quando o telefone tocou dizendo da sua partida...
    todos vamos nos reencontrar entao sigamos a vida naõ é.. bjs e feliz sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Samuel!
      Você tem toda a razão, meu querido. Precisamos demostrar todo o nosso sentimento enquanto há tempo. Além de boas lembranças, isso também nos livrará de qualquer tipo de remorso.

      Beijo grande!

      Excluir
  19. HELENA,

    perdas são sempre irreparáveis!

    Estamos juntos.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paulo!
      Algumas são difíceis de superar.
      Obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  20. Força e fé minha querida. Abraço extremamente profundo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sara!
      Obrigada pelo carinho.

      Beijo grande para você!

      Excluir
  21. Olá Helena,

    Seu Blog é uma das paradas obrigatórias no meu roteiro pela face não massificada e mais delicada da blogosfera.
    Fiquei feliz com sua última visita, e pena, saber hoje de sua perda.
    Conte com minha solidariedade e apoio.
    Continue a escrever e divulgar suas ideias, certamente sempre contribuirão para uma internet mais humana.

    Forte abraço,

    Dave.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dave!
      Quanto tempo... Fico feliz por você ter aparecido!
      É muito gratificante saber disso, obrigada por suas palavras.
      Beijo grande e apareça quando puder.

      Excluir
  22. Tocante seu texto. Força, Helena. Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Que texto complicado.
    Tão intenso.
    E lindo.
    O amor é eterno.

    Beijo.

    http://sentimentalismodesmedido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mart!
      Obrigada!
      Não tenho dúvidas de que alguns amores são, sim.

      Beijos!!

      Excluir
  24. Estou lhe fazendo uma visita, ah, você já está sorrindo, e espero que essa dor infindável de k nos fala no texto esteja se esbatendo. O tempo se encarrega disso, minha querida!

    Helena, que não é de Troia, você não se pode mostrar fraca, pke você diz ser forte. Estive olhando seus olhos e tirei minhas elações, que são ainda mto básicas, mto primárias e bruxinha não sou. Se fosse, seria uma bruxinha boa.

    Que sua vovó, esteja onde estiver, se sinta anjo, deusa, amor e fortaleza.

    Beijos e dias de luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Céu!
      Que doce visita, muito obrigada!
      Mas quem me dera... eu sou fraca. Infelizmente a Helena que era forte, a estrutura de uma família inteira, se foi. Mas a dor vai amenizando com o passar dos dias e vamos, sim, nos conformando. A vida é assim, afinal de contas.

      Um beijo grande para você!

      Excluir
  25. Sim, ela se foi... pra casa. Desvelou o grande segredo, e a vida começou de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geraldo!
      Obrigada por suas palavras.
      Assim espero...

      Beijão!

      Excluir
  26. Oi, Helena

    Se você a aproveitou em vida, que as lembranças fiquem para sempre em seu coração. As perdas são difíceis, mas superáveis. As boas lembranças, por outro lado, perduram pra sempre.

    Fique bem, meus sentimentos a ti e toda a família.

    beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eric!
      A sua presença aqui é muito importante para mim, assim como suas palavras. Eu sei que você entende a minha situação.
      Obrigada! Só tenho a agradecer...

      Beijo grande!

      Excluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.