quarta-feira, 15 de junho de 2016

Entediante


Eu somente observo enquanto ele analisa todas as minhas imperfeições, esfregando na minha cara os erros constantes que eu teimo em cometer. Vomita minhas falhas, a minha negligência e toda a nossa incompatibilidade -  me condenando, assim, por bagunçar o seu psicológico, o seu emocional.

Não, ele não quer terminar. Apenas pedir uma mudança de comportamento: mais equilíbrio, maior sensatez, talvez, um pouco de prudência. Eu sorrio e o parabenizo por ainda conservar o seu senso de humor. Ah, como esses discursos infinitos me cansam! 

11 comentários:

  1. Bom dia Helena.. tudo bem moça tri querida..
    pois é.. todos reparam em nós mas não reparam em si mesmos.. bjs e feliz sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querido!
      Tem razão... gostamos mesmo é de apontar os defeitos alheios, não tem jeito.

      Beijo grande!

      Excluir
  2. E tuas virtudes.... o gajo enxerga???
    Se não for assim.. troque de gajo!!!!
    Ele não te merece!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, PDR!
      Virtudes? Que nada! Eu, pelo jeito, sou a combinação dos piores defeitos do planeta. Mais fácil trocar mesmo...

      Beijão!

      Excluir
  3. No por outrem amor de quem não se ama, um claro clamor antidor que autoengana.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, GK!
      Comentário melhor que a postagem. Adorei!
      Seja bem-vindo.

      Beijão!

      Excluir
  4. Querida, faça o melhor para voce. Amor não é para deixar a gente meio perdida não!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Sara!
    Concordo contigo... vc tem toda razão.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  6. O amor será sempre complicado.
    obrigada por seguir o meu site!
    beijinho meu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Margarida.
      Sempre, infelizmente.
      Eu que agradeço por ter me encontrado.

      Beijão.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.Tenho certeza de que vou adorar!