domingo, 15 de julho de 2012

Livre-Arbítrio


Certa dose de simplicidade presente em determinadas pessoas me fascina - algumas parecem tão equilibradas, transparentes e iluminadas! Irradiam alegria e permanecem felizes vinte e quatro horas por dia. 

Ele tentou diversas vezes salvar minha alma com seus sábios conselhos. Costumava dizer que era necessário não deixar esse lado obscuro me dominar - Seja mais otimista! Seja mais responsável! Seja mais coerente! 

Muitas vezes penso que para permanecer ao meu lado torna-se essencial (ao menos!) leves tendências suicidas, afinal, tenho o péssimo hábito de machucar as pessoas que mais se importam comigo. Ele sabia, mas continuava firme, insistindo, persistindo... 

Após tantos anos ainda admite parcela de culpa pelos erros que cometi - essa é a prova definitiva de que nunca me compreendeu realmente. Não, meu bem! Eu não possuo nenhum instinto autodestrutivo - não é essa a questão. De vez em quando apenas preciso me perder para que em seguida, possa me reencontrar.

18 comentários:

  1. Que bom que você voltou a escrever! Adorei o som também!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vamp.
      Eu tardo, mas não falho ;)
      Fico feliz que tenha gostado.

      Beijo grande.

      Excluir
  2. As vezes ser otimista é tão dificil... mas temos que ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que ser, sim, Cristiano.
      Mas, muitas vezes, acho que sou preparada para o pior....

      Excluir
  3. Welcome back! :)

    Ser otimista a todo momento e feliz 24 horas por dia me parece ser falso. O ideal é que mantenhamos a tranquilidade nos maus momentos, mas isso não nos obriga a sorrir para todos a toda hora.

    Fico muito feliz de ler coisa nova por aqui (embora seja um leitor tímido).

    Abraço e não fique mais tanto tempo assim longe, viu?! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vinicius.
      Tranquilidade, para ser sincera, é o que me falta. Talvez um dia eu mude. Talvez! ;)
      E outra coisa, fico muito feliz em saber que vc me acompanha. Não fique tímido, a casa é sua! Vou adorar ver mais comentários seus por aqui.

      Beijão.

      Excluir
  4. .


    Muito bom isso aqui. Eu tenho
    um post para amanhã que fala-
    rá por si, como este que ter-
    minei de ler.

    Espero você.

    Um beijo do,

    Palhaço Poeta





    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvio, com certeza, passarei por lá.

      Beijos!

      Excluir
  5. O que mais me irrita são pessoas que acham que te conhecem, já te mapearam, traçaram seu perfil e estão simplesmente falando de outra pessoa que sequer existe, mas que elas julgam conhecer e com quem elas pensam conviver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Sujeito.
      E, quando vc não reage da forma que esperam, seu mundo desmorona.
      Eu sempre aviso: - Não crie expectativas!
      Contudo, ninguém me ouve.

      Beijo.

      Excluir
  6. Eles só parecem ser o modelo que dizem que nós deveríamos ser, porque você ainda não os conhece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, não sei, Fernando.
      Muitas pessoas se acham tão perfeitas que acreditam que todos deveriam ser iguais a eles.

      Excluir
  7. Você acharia essas doses de simplicida em mim também, embora eu não finja ser feliz 24 horas por dia =)

    Mas cada um mostra os sentimentos a sua maneira, busca (ou não) se adaptar à outra parte. Mas, assim como você não compreendeu (ao menos totalmente) a felicidade e equilíbrio, outros podem não entender tuas angústias.

    Mundo injusto, gente loca, vida sem sentido e piadas velhas.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Eric.
      Eu compreendo, sim. Na verdade, até invejo, na maioria das vezes. Só não admito que alguém tente me transformar em alguém que não sou. ;)

      Beijos.

      Excluir
  8. Respostas
    1. Olá, Enzo.
      Tempo mesmo, hein!
      Apareça mais vezes.

      Beijos.

      Excluir
  9. Não irei elogiar porque não consigo encontrar palavras para descrever o que eu senti ao ler este post. Continue escrevendo, é a única coisa que consigo dizer ...

    ResponderExcluir
  10. Abel,
    Agradeço muito por suas palavras.
    Espero te encontrar sempre por aqui.

    Beijo.

    ResponderExcluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.