segunda-feira, 15 de novembro de 2010

À Procura

Sempre achei muito interessante a forma que as pessoas encaram seus problemas e , muitas vezes, essa maneira de reagir frente às condições adversas me faz gostar (ou não!) delas. Quem mantém contato direto comigo sabe muito bem a fase na qual me encontro atualmente - de um dia para o outro minha vida mudou completamente. Após o problema cardíaco de meu pai, as coisas desandaram de vez: uma briga homérica em família, o avc de minha avó, o processo de minha separação. O resumo da ópera? Há mais de dois meses durmo no sofá de minha mãe.

Ontem mesmo, conversando com uma amiga eu ria de minha situação patética, afinal, sempre acreditei que nada é tão ruim que não possa piorar. A verdade é que nunca imaginei dever satisfação para tantas pessoas: elas querem escutar meus motivos, porém, terminam decepcionadas - aprendi que a frase "a vida deveria ser mais do que isso" não é suficiente para saciar a curiosidade alheia. Assim, os pré-julgamentos são inevitáveis; enquanto eu não choramingar pelos cantos, me descabelar ou apresentar indícios de depressão, o pessoal não vai sacar que é doído (sim!), é difícil (e muito!) e que estou sofrendo.

"Não pense que você irá achar a felicidade na primeira esquina" foi o que escutei do meu ex há alguns dias. Isso me fez sorrir - posso não encontrar, mas que eu vou procurar... Ah! Eu vou.

14 comentários:

  1. Olá!

    É incrível teu blog, muito bom mesmo!

    Este post é muito bem escrito, tocante. No entanto, sobre a dona felicidade nada digo, ou digo apenas que me dou bem com ela, embora viva a desconfiar de seus caminhos...

    Não estava à procura da felicidade, mas encontrei letras fascinantes aqui. Já sou teu leitor. ;)

    Um abraço,
    Ricardo.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto....
    você parece que adivinha....que estou precisando de uma reflexão igual a essa...rsrsrs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Helena!

    Tempos difíceis, esses.Parece que quando um mal vem, nunca vem só...
    Mas, como dia o diz a expressão: atrás de tempo, tempo vem - e vai ser certamente bem melhor!

    Um abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  4. Ei Helena!

    Vou tentar escrever pouco, embora me conhecendo é bem provável que eu me estenda, haha. Primeiro pelo nome, adoro Helenas. E juro que não tem nada a ver com as novelas do Manuel Carlos, hahahaha! São coisas da vida, conheço poucas, mas tendem sempre a ser pessoas muito queridas...

    Mas vamos lá, cortando o embromation, esse seu post me faz lembrar umas coisas que já vivi... Inclusive lembrei de uma ex namorada que sofreu de depressão e foi uma luta pra sair do buraco... Espero que você nunca passe por isso! Estapeie as pessoas se necessário, mas não se deixe entrar nessa não. É complicadíssimo. E, por mais que a gente olhe pra pessoa e diga que entende, nunca entendemos. Só quem ta ali, vivendo que entende, né? Temos percepções diferentes das coisas, das vivências. Mas divaguei, é que a palavra "depressão" me traumatizou, haha!

    Mas, olha, lendo o post, me veio à cabeça uma música dos Rolling Stones, que acho bem apropriada pro contexto. O refrão diz "you can't always get what you want, but if you try sometimes, you just might find you get what you need!" -filosofia pura! Mas já falei demais, hehe!

    Ah, antes de ir, quanto ao seu comentário, alguns de nós não só prometem, eles cumprem! =P

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Helena,

    Quanto tempo...
    Dá última vez que passei por aqui, seu pai estava no hospital! Mas não vamos falar de problemas, você já está cansada disso.

    Tenho passado por alguns privações também nos últimos meses e o que posso dizer é que a esperança deve permanecer... Acreditar em algo ou alguém maior se faz necessário. De fato nosso papel é resistir. Quando o mundo desaba, quando os sonhos parecem nebulosos é seguir e prosseguir.

    Bom te ver guria... E deixo meus sinceros desejos de melhoras para todos nós!

    Um beijooooooooooooooo = )

    ResponderExcluir
  6. Luz
    Guilherme Pinfildi Papaléo
    17/02/2005

    "Sua vida luz será
    mas dificuldades e barreiras
    que irão te machucar
    moinhos e ventos
    tentarão te derrubar
    não deve desistir
    nem desanimar
    a dor pode ser forte
    mas terá de superar
    encontrar um grande amor
    poderá aliviar
    a família, uma incógnita
    ajudar, atrapalhar
    mas se no sonho acredita
    terá de encontrar
    mais respostas pra tal duvida
    de aonde irá chegar
    acredite, se supere
    Deus te fez só pra ganhar
    nem o vento, nem a chuva
    com a fé podem brigar
    e no fim dessa jornada
    outrora chamada vida
    há de luz aparecer
    não do frio da escuridão
    mas de um lindo amanhecer."

    (^_^) Oi...passadinha rapida pra ver como vc esta, e pelo jeito bem movimentada, mas como diz o poema acima com fé em DEUS logo estas provações passaram e com certeza vc vai estar mais forte do que já é hoje.
    Mas se as coisas ficarem muito complicadas e vc quiser aliviar a cabeça e descansar um pouco, minha casa esta de portas abertas pra te receber...só avisa antes pra eu poder providenciar pelo menos um sofá confortavel...8D


    Fique com DEUS, e que ELE te guarde e te oriente em seus caminhos...

    ^)3(*^_^*)
    Bjão e um Abraço Bemmmmmmmmmm Apertadooooooo

    ResponderExcluir
  7. Quero falar dos seus olhos, E teu??

    Bom, vamos lá ssim mesmo..


    Quando a luz dos olhos meus
    E a luz dos olhos teus
    Resolvem se encontrar
    Ai, que bom que isso é, meu Deus
    Que frio que me dá
    O encontro desse olhar.


    Tom Jobim


    Beijoss querida!

    ResponderExcluir
  8. O final do seu texto me lembrou Caio Fernando Abreu *-* "Ria de mim, mas estou aqui parada, bêbada, pateta e ridícula, só porque no meio desse lixo todo procuro O Verdadeiro Amor. Cuidado comigo: um dia encontro." Acho Digno!
    Beijoooos =*

    ResponderExcluir
  9. Ah, Helena, te desejo boa sorte para que todos os teus problemas possam ser resolvidos. Meu pai teve um problema no coração faz pouco tempo, sei bem como é. Mas hoje em dia ele tá bem melhor, foi uma época ruim, que passou.
    Os outros problemas eu nem sei o que dizer, somente que estou torcedo por ti, pra que saia bem, na medida do possível.
    Tudo bem não estar ela na primeira esquina, mas não dá pra ficar é de braços cruzados, negócio é correr atrás mesmo.
    Força, beijos e abraços
    =]

    ResponderExcluir
  10. oieee... nossa me identifiquei mto com seus texto.. não me separei mas me sinto como vc..." não é suficiente" sempre esperei mais... só que isso não sacia a curiosidade alheia... e sempre falam.. " mas é um bom rapaz, trabalhador..." sempre penso... esotu casada ou abri uma pequena empresa!!!???
    bom espero que vc encontre sua felicidade... ainda bem que vc tem amigas pra te darem força... eu não tenho isso!!! bjokas!
    apareça sempre!

    ResponderExcluir
  11. oieee... nossa me identifiquei mto com seus texto.. não me separei mas me sinto como vc..." não é suficiente" sempre esperei mais... só que isso não sacia a curiosidade alheia... e sempre falam.. " mas é um bom rapaz, trabalhador..." sempre penso... esotu casada ou abri uma pequena empresa!!!???
    bom espero que vc encontre sua felicidade... ainda bem que vc tem amigas pra te darem força... eu não tenho isso!!! bjokas!
    apareça sempre!

    ResponderExcluir
  12. Ricardo, obrigada pelo carinho. E quanto à felicidade, achei engraçado vc dizer que não está à procura. Quem sabe, vc esteja mesmo certo... quando parar de procurar, talvez eu a encontre.

    Obrigada, Thommi. Ou estamos em sintonia, ou minha bola de cristal anda funcionando bem =)

    Vitor, tempos difíceis que estão prestes a acabar, espero! Obrigada pelas palavras.

    R. , fique à vontade, a casa tbm é sua. Em relação ao meu nome, Helena é mal de família... somos algumas por aqui. Eu sou Maria Helena, na realidade. E quanto à depressão, conheço alguns casos que tbm não foram fáceis de se solucionar, mas tenho que admitir que curto uma depressão mais alternativa, onde um copo de cerveja e umas boas risadas me fazem esquecer rapidinho dos meus problemas. xD

    Rockson, que bom te ter por aqui novamente, faz tempo mesmo. Obrigada pelas palavras, e acredito mesmo no que vc disse. E no mais, tudo é fase, as coisas acabam se acertando com o passar do tempo. Boa sorte para nós!

    Marcelinho, cheguei à conclusão de que nada na vida é fácil, mas de qualquer forma, vamos seguindo. E obrigada pelo convite, quando vc menos esperar, apareço por aí! ;)

    Lindo, Delano. Obrigada. =)

    Carol, "Quem diria que viver ia dar nisso?", é... eu gosto dele! Parece que ele compreende tudo ;)

    Rafa, obrigada. Que bom que sua fase ruim passou e espero que não volte nunca mais. E tem razão, a vida é muito curta para não tentar ser feliz. O resto ajeita-se no caminho.

    Never Say, depois de tudo isso, só posso te dizer uma coisa: é a melhor coisa do mundo fazer o que se quer, quando se diz respeito somente à sua vida. Ninguém pode ser feliz por vc, então corra atrás do que vc quer, por mais difícil que pareça. Provavelmente, valerá a pena.

    Beijo grande para todos!

    ResponderExcluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.