sábado, 18 de setembro de 2010

Fulminante



E que você seja meu grande erro.
Ou de repente, o maior de meus acertos...



9 comentários:

  1. A ausência faz precipitar conclusões que podem ou não estar equivocadas.

    Foram ótimas conversas e não fiz segredo algum de que sair do plano virtual era um dos meus objetivos. Identifico-me com você e a acho fascinante. Porém... não tenho mais as cabeças nas núvens. Antes tivesse, dalí teria esperanças e daria passos mais largos na direção dos meus sonhos, específicos, estranhos, inquietos...


    Cheguei a conclusão do que ocorreu...
    Pela imagem que usou, pela música que escolheu e pela frase selecionada, você certamente encontrou 'um alguém' e se deixou levar sem bloqueios, e mesmo que houvesse algum medo, julgou valer o risco... foi Fulminante...

    [até...]

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho ideia do que aconteceu, de verdade.
    Pela frase, eu posso pensar várias coisas.
    Eu só percebi que está referindo-se á algo incerto.
    E bem, se vai dar certo ou não, não tem como saber.
    O mais importante é vocÊ tentar, isso sim, é importante.
    Boa sorte e beijos e abraços
    =]

    ResponderExcluir
  3. Ta aí um convite que não se ouve todo dia,...

    ResponderExcluir
  4. (^_^) Só passando pra ver como vc esta....e pelo que li e ouvi deve estar muito bem.....linda musica, só que muito melosa pro meu gosto....posta a letra da musica, só que traduzida pois meu ingles é pior que o meu portugues...8D

    Só não vai esquecer de nós aqui...senão fico com ciumes...8P


    Então já me vo, fique com DEUS e MUITA, MUITA, MUITAAAAAAA Felicidade e Amor (mas com juizo viu)...


    Bjo, Bjo
    ^)3(*^_^*)

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa que acho engraçada quando venho no teu blog é a quantidade de homens que escrevem altos comentários reflexivos, mesmo sendo só uma frase. Claro, levando em conta que tu (aparententemente) é muito bonita, querem impressionar =)
    Bem, eu poderia ser um deles, mas não teria a mesma graça, e moramos muito longe um do outro pra eu usar minhas cantadas de pedreiro ;-)

    beijos
    .
    .
    .
    (e que sejam acertos e não erros o que tu escolheu fazer)

    ResponderExcluir
  6. Olá Helena!

    Ao início são sempre as expectativas, o desejo do que gostaríamos que acontecesse; só o tempo dirá se estávamos certos...

    beijinhos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  7. Rodrigo, geralmente, conclusões precipitadas não são exatas. Só posso te agradecer pela ótima companhia que vem sendo, embora a minha ausência tenha se estendido mais do que deveria. Espero que em breve, as coisas mudem. Senti uma pontinha de ciúme aí, figura! =D

    Rafa, a vida é feita de incertezas... cabe a nós, arriscarmos ou não. Nunca me culpo por, ao menos, ter tentado.

    Maldito, pode ter certeza de que não o faço sempre. ;)

    Marcelinho, obrigada. Jamais deixarei quem tem a delicadeza de sempre estar em contato comigo, por mais absurdas que sejam minhas idéias. Em relação à música, seu nome é The Blower's Daughter, de Damien Rice; só não vou postar a letra, pq acaba sendo muito repetitiva.

    Eric, alguns por aqui, acabaram me conhecendo mais do que certas pessoas que estão ao meu redor, acredite ou não... mas nem acho que tenha a ver com beleza ou falta dela. De qualquer forma, fico feliz por poder compartilhar pedacinhos da minha vida com vcs. E quanto às cantadas, quer dizer que elas só funcionam à curta distância? Ah, eu ri disso. xD

    Vitor, descobri que expectativas muito altas, acabam tornando a realidade pior do que esperávamos.

    Beijos para todos!

    ResponderExcluir
  8. O que seria de nós se não fosse as surpresas da vida? Seria insuportável viver se a vida não nos proporcionasse mudanças, e talvez aquilo que esteja pra mudar, seja o começo de novas mudanças e que mude tudo então, pelo menos não há de viver na mesmice dos dias, nem no cotidiano indesejado, as experiências sempre nos levarão a mudar de opinião e quando isso muda, muda todo o resto!
    Felicidades e não se esqueça que mesmo que a vida desvie seus caminhos, não deixe de enxerga-la como a melhor coisa que existe!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. e nao é isto que todos queremos... que os erros virem grandes sonhos/felicidade..bjo

    ResponderExcluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.