quarta-feira, 21 de abril de 2010

Um tributo à mediocridade intelectual

Não tenho certeza de onde veio essa idéia, só sei que as pessoas que conviveram comigo sempre acharam que eu tivesse potencial; sempre fui boa aluna, mas a verdade é que passei longe de ser uma das melhores da classe. Embora todos soubessem que estava muito mais dedicada aos esportes, a expectativa sempre foi grande. A desilusão de alguns só ocorreu verdadeiramente quando decidi não prestar vestibular para direito, medicina ou algo do gênero- como a maioria dos meus primos, aliás. Minha escolha foi a Filosofia. Putz! Que diabos é isso? A coitada vai morrer pobre!

Faculdade trancada, diga-se de passagem, após um ano. Não por falta de vontade, mas por falta de verba mesmo. Dois anos depois, resolvi retomar; mas combinar a faculdade e o trabalho não é fácil, e meu horário, em nada colaborou. História foi minha próxima opção, tudo muito bonito, muito lindo, mas só na teoria... dessa vez o desapontamento foi meu em relação ao curso. Em abril do ano passado essa novela mexicana de quinta categoria teve seu fim... e adivinha? Terceira faculdade trancada!

Acho que o pessoal já começou a sacar que eu não nasci para isso e que enganaram-se redondamente na questão do potencial. Eu sorrio. Não há remédio mesmo.

16 comentários:

  1. Pelo menos vc já tentou três cursos...
    E eu que morro querendo fazer facul de psicologia, mas optei por ser técnica em informática? tudo a ver né? SHAUASHASAUS
    Ano que vem eu juro que faço psicologia *-*
    Beijão =*

    ResponderExcluir
  2. (^_^) Oi..querida, o importante é que Vc esta tentando e com certeza em cada um destes cursos, mesmo inacabados, lhe ensinaram alguma coisa, conheceu pessoas diferentes que ajudaram a moldar um pouco do que vc é hoje...e como diz a propaganda "Eu sou brasileiro e não Desisto Nunca".
    Em ultimo Caso vc ainda pode se candidatar a presidente de Brasil.... o meu voto vc já tem......8D

    ^)3(*^_^*)
    Bjo, Qjo e Uma Taça de Vinho (tinto de preferencia)

    ResponderExcluir
  3. tenho de discordar com este pensamento, para que isso resulte tem de haver uma grande vontade, enquanto não tiveres essa vontade, não vale a pena tentares mais... só tu podes decidir o que fazer da tua vida, portanto se queres mesmo alguma coisa tens de te esforçar por isso... não inventes desculpas para o que não queres mesmo....

    ResponderExcluir
  4. Olá, Carol. Então... para vc ver, né! Às vezes, acabamos por fazer algo de que nem gostamos tanto. Mas para tudo, sempre há tempo... vai firme no que vc quer, garota =DDD E além disso, psicologia deve ser o máximo!

    Marcelinho, disseste uma grande verdade. Um pouco de conhecimento adquirido, mas muitos amigos feitos, sem dúvida nenhuma. E quanto ao voto, pode ficar tranquilo, essa promessa não irei te cobrar nunca. ;)

    Micróbio, creio que não me expliquei o suficiente, falta minha, admito. Nunca considerei a faculdade prioridade... como podes ver, está mais do que explícito que meus cursos sempre ficaram em segundo plano(terceiro, quarto,enfim, tanto faz!). A vontade, eu tive, sim, mas por algum tempo. Mas isso, são coisas peculiares da minha pessoa mesmo, não tem jeito. Quem sabe mais para frente vc consiga me entender um pouquinho mais. ;)
    Seja bem vindo...

    Beijos para vcs.

    ResponderExcluir
  5. As pessoas também sempre esperaram muito de mim, mas não tenho certeza de que tenha correspondido. A minha sensação é a de que eu sempre consigo enganar a todos o tempo todo, mas na verdade, não sou mais que uma grande fraude.

    Te linkei no meu blog.

    ResponderExcluir
  6. As pessoas sempre esperam mais de nós, o mercado de trabalho espera apenas a excelência de nós, e o mundo quer um pedaço de nós.Enquanto não achar o caminho certo, essa sensação de mediocridade vai permanecer, mesmo que apenas nas nossas mentes.

    ResponderExcluir
  7. É isso aí, Sujeito Oculto... não corresponder às expectativas é péssimo, mas ainda acho que é pior para quem as têm. Se vc é uma fraude, eu vivo em sabotagem constante.

    Eric, vc tem razão, a pressão vem de todos os lados. Mas existe mesmo o "caminho certo"? Tenho minhas dúvidas...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. HELENA,

    DESCULPE FUGIR AO TEMA PROPOSTO.

    PORÉM TENHO UM CONVITE. LEIA:

    "O COMPORTAMENTO SEXUAL DO POVO BRASILEIRO",

    QUE É A CRÔNICA/PESQUISA DO BLOG DE HUMOR:

    "HUMOR EM TEXTO", DESTA SEMANA.

    SAIBA A VERDADE, COMPROVADA SOCIOLOGICAMENTE, E

    TIRE SUAS CONCLUSÕES.

    VOCÊ PODERÁ NÃO ACREDITAR.

    SÓ CONFERINDO.

    UM ABRAÇÃO CARIOCA.

    VOLTAREI AQUI.

    ResponderExcluir
  9. Helena, pensei em uma maneira de falar e homenagear a todos que tanto vêm me incentivando com o carinho e apoio que me doam.
    Escrevi uma crônica pensando em nós blogueiros. Falei sobre o que penso ser o blog para nós. Você pode concordar ou discordar; pode também acrescentar; mas não deixe de opinar. Leia e entenderá por que a sua opinião é indispensável para mim e para todos blogueiros.

    Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Não é para ser muito ruim...
    mas é pedir demais, que você vá até meu blog, pegue meu e-mail e adicione-me no MSN ?

    Eu tenho 3 faculdades trancadas...
    E pretendo vestibular novamente...
    Preciso de algumas informações, que você certamente tem =)

    ResponderExcluir
  11. Claro que será adicionado, Rodrigo. De forma alguma seria pedir demais.
    Podemos trocar experiências, afinal, não terminar faculdades, deve ser nossa especialidade. =DD

    Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Srta. Helena,
    Tudo Bem!

    Gostei da sua expressão. É muito difícil externar os sentimentos. São inúmeros momentos nesta vida... Às vezes achamos suporte, mas nem sempre encontramos apoio.
    Seguir adiante é tarefa difícil. ‘O diploma não encurta as orelhas de ninguém’, já dizia Barão de Itararé.
    Retroceder, reavaliar e evoluir, faz parte do mundo de quem quer mudar. E triste não é mudar, triste mesmo é não ter nada para mudar.
    É preciso continuar andando, nos tropeços da vida, pode-se encontrar uma boa pedra. Nunca vi alguém tropeçar sentado.
    Congratulo-a pela coragem.
    Continue!
    Abç,
    Peter

    ResponderExcluir
  13. Olá, Peter.
    Muito obrigada pela injeção de ânimo.
    Quase não me senti culpada pela falta de força de vontade, ou pela perda de tantos anos ;)
    Que seja aos trancos e barrancos, mas ainda assim, seguirei...

    Bjão.

    ResponderExcluir
  14. Nooossa, me identifiquei bastante com o texto! Também fui cursar Filosofia na ilusão de filosofar, lá chegando descobri que o curso deveria se chamar História da Filosofia =/ Passei então pra História (de verdade rsrs), só que descobri que era mentira, a "História" deveria começar com a letra "E", a História(estória) é contada pelos vencedores =/²
    Agora tô tentando Letras, pretendo me especializar em Literatura. Como nos disse Nietzsche: "Temos a arte para não morrer da verdade"

    'SintaXe' à vontade nas entrelínguas.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  15. E eu aqui achando que era a única pessoa do mundo que pulava de curso em curso ;) É, Juliano... temos algumas coisas em comum, então. Espero que vc se encontre nesse curso.
    Bjão e boa sorte.

    ResponderExcluir

Se você conseguiu chegar até aqui é porque teve paciência suficiente para agüentar minhas insanidades. Prometo agüentar as suas também... Vai! Me diz aí o que você pensa.